Smell of Tiger and Things Still to Come

11.10.13 , 0 Comments



O Centro de Artes Visuais em Coimbra apresenta “SMELL OF TIGER AND THINGS STILL TO COME” uma exposição coletiva de André Príncipe e José Pedro Cortes, a inaugurar Sábado, dia 12 de Outubro, pelas 22 horas. Com curadoria de Albano Silva Pereira, esta exposição apresenta duas séries de fotografias dos fundadores e co-editores da Pierre von Kleist editions. “Smell of Tiger precedes Tiger” de André Príncipe centra-se numa viagem por terra e mar, entre Lisboa e Tóquio, enquanto ”Things here and things still to come” de José Pedro Cortes segue a vida de 4 americanas a viver em Tel Aviv.

“Smell of the Tiger precedes Tiger” estabelece o percurso de uma viagem solitária, de quem procura o conhecimento, de si e do mundo, e fixa em tom de diário os lugares e as pessoas com que o artista se vai cruzando (através da vastidão de 2 continentes - Europa e Ásia), numa sequência quase cinematográfica, concebida para ser lida quer da esquerda para a direita, quer da direita para a esquerda, sublinhando deste modo o carácter circular da viagem (interior). ”Things here and things still to come” coloca-nos nas ruas de Tel Aviv, na presença de quatro mulheres nascidas nos EUA, que viajam para Israel aos 18 anos para cumprir o serviço militar e que aí decidem ficar a viver. Durante os nove meses que viveu em Tel Aviv, JPC seguiu a vida destas quatro mulheres, retratando-as na intimidade do seu lar. A estas imagens, do privado, seguem-se várias outras dos espaços que estes corpos habitam e percorrem, configurando uma extensão física destes corpos mostrados despudoradamente.

As duas séries são construídas quase como narrativas de um filme, algures entre o documentário e a ficção. Os dois autores, que trabalham juntos na edição de livros de fotografia desde 2008, seguindo claramente linhas distintas de trabalho, acabam por partilhar afinidades no tipo de aproximação ao real que a obra de ambos convoca.

É ver que é ver, bom é dizer: que vi. E ninguém era dono desse silêncio.
Smell of Tiger Precedes Tiger e Things Here and Things Still to Come, as duas séries fotográficas apresentadas, dão conta de que André Príncipe e José Pedro Cortes não viajam só com os pés; é primeiro com os olhos que percorrem o abismo e com eles nos mostram outros – outros silêncios.
Esta é uma viagem de ver, desatino vagaroso: a imagem dos percursos ata o dia da partida ao da chegada, traz para perto o que se viu bem longe. Desvela-se uma realidade desenhada apenas
nos indícios narrativos que a presença do fotógrafo espoleta, da relação deste com a cidade, com os seus segredos intrínsecos. A fotografia é aqui o fio pelo qual se nos mostram os limites entre a cidade e o habitar.
Cidades-abismo desenham-se pelo olhar de André Príncipe, no desolamento de uma rede traçada no dia-a-dia dos afetos – abismo-solidão. Enovelam-se as imagens de uma viagem que ressoa nas relações, afinal um olhar-âncora, que encontra no outro a redenção da urbe.
José Pedro Cortes viaja num plano interior, aqui o retrato pode ser abismo, por não conseguirmos adivinhar a direção para onde os olhares destas mulheres guerreiras apontam – resiliência, coração- coragem. Things Here and Things Still to Come alude ao que está por vir, como se o tempo dilatado destas imagens-repouso adivinhasse uma segunda pele do corpo moldado em máquina, em arma, em guerra.
A Pierre Von Kleist Editions, de que são fundadores André Príncipe e José Pedro Cortes, é um espaço editorial que se propõe a refletir sobre a fotografia, mostrando-a e discutindo o seu lugar no universo da imagem contemporânea. A edição, como a viagem, implica a teimosia do método, que se quer sempre novo a cada publicação; teimosia da imagem em que o Centro de Artes Visuais se reconhece, pela coerência e compromisso.
É uma viagem de ver; os viandantes abismados são os que, no regresso, ainda trazem a vertigem nos olhos.

texto de Luísa Seixas

Este projecto estará em exibição de 12 de Outubro até 12 de Janeiro de 2014.
CAV - Facebook ; Evento de inauguração - Facebook

0 comentários: